quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Como Consumidores Cristãos Arruinam Pastores e Trapaceiam a Missão de Deus

por Ed Stetzer 
tradução: Gessé A. Rios

Milhões de norte-americanos vivem à sombra de igrejas que se tornaram centros cristãos de consumo. Pastores são arruinados e a missão de Deus é trapaceada quando os consumidores desfrutam de produtos e serviços de sua igreja local. Em seu livro, Deus está de volta (título em inglês: God is Back), John Micklethwait e Adrian Wooldridge descreveram o estado da igreja americana como a "Disneyficação de Deus" ou "Cristianismo Lite - fé branda e higienizada - que é quase tão tetral quanto a maioria dos shoppings".

Os crentes que pensam como clientes contribuem para a inoperante igreja na América. Os danos vão muito além inaptidão em se engajar na missão de Deus. As incessantes exigências de uma congregação de consumo provoca danos irreparáveis naqueles que a lideram. Algumas das exigências dos consumidores são baseadas na percepção pastoral também. Pastores muitas vezes experimentam a ansiedade crônica, porque temem seu rebanho.

Robin Swift é a diretora dos Programas de Saúde da Iniciativa de Saúde do Clero na Duke Divinity School. Ela tem paticipado de uma extensa pesquisa da Escola de Divindade de Duke para entender o desafio de ser um pastor. Em recente entrevista para avaliação nacional de desempenho (NPR, sigla em inglês), Swift falou sobre realidades enfrentadas pelos pastores: "Os pastores, por causa de sua vocação, colocam todos os outros em primeiro lugar e têm difículdades em nominar suas necessidades de auto-cuidado. Eles, assim como os fuzileiros navais ou pessoal de unidades de emergência, têem alta expectativa sobre o desempenho uns dos outros".

Wayne Cordeiro, pastor fundador da New Hope Christian Fellowship em Honolulu - Havaí, experimentou incrível popularidade entre os líderes cristãos em todo o mundo. Seu sucesso é bem narrada através de milhares de participantes da New Hope por plantar mais de 100 igrejas na costa do Pacífico. No entanto, em seu livro Liderando no Vazio (inglês: Leading on Empty) ele foi transparente sobre seu quase colapso pessoal, apesar de seu sucesso:

"Eu estava correndo na amena noite da California. Num minuto eu estava correndo ao longo da calçada e no minuto seguinte eu já estava sentado no meio-fio chorando incontrolavelmente. Eu não conseguia parar, e eu não tinha idéia do que estava acontecendo comigo... Por mais de trinta anos, eu tinha investido minha vida no ministério cristão... Mas agora eu não certo se eu poderia continuar."

Tais situações fazem algém pensar se o dano (auto-infligido e o dos cristãos de consumo) é inevitável atualmente em uma profissão de cuidados como o pastorado. São os pastores destinados a serem vítimas da sua própria vocação? Em que sentido eles contribuem para a situação?

Eu acredito que a mentalidade nos bancos (ou cadeiras almofadadas) pode ter um outro fator contribuinte: a co-dependência pastoral.

O que é um co-dependente? É "vagamente definido como alguém que exibe demais, e muitas vezes inadequadamente, ao cuidar de pessoas que dependem dele ou dela" (Tirei isso da Wikipedia, porque você pode confiar em tudo lá.). O "co-dependente" é um lado de uma relação entre as pessoas mutuamente carentes.

Um pastor co-dependente precisa de uma congregação de necessitados. E nós temos muitos de ambos. Mas o saborear dos aplausos resultantes de ser o astro da igreja local, muitas vezes resulta em ansiedade quanto ao desempenho e desapontamento em uma igreja inoperante. É um ciclo vicioso, onde todos acabam decepcionados, inclusive Deus, eu acho.

O pastor que insiste em ser o foco do ministério local treina o corpo de Cristo para o pecado; crentes que exigem que todo o ministério de ser feito por "profissionais", leva o pastor ao pecado. Então, quem começou toda essa disfunção? Era ela a necessitada, congregação voltada para consumo? Ou era o pastor, com fome de significado? É difícil dizer. Mas para quebrar o ciclo, os causadores devem parar de ser a causa. Deus não pode receber a glória na igreja quando os pastores estão sempre na frente recebendo o crédito e fazendo as coisas que seus congregados consumistas deveria estar fazendo.

Precisamos entender o papel de cada um. Quando os pastores fazem para as pessoas o que Deus chamou o povo a fazer por si mesmos, todo mundo se machuca e para a missão de Deus é prejudicada. Deus projetou a igreja para atuar como o corpo de Cristo, e os corpos têm mais de uma parte. Aqui está como deveria ser: "Cada um administre aos outros o dom como recebeu, como bons despenseiors da multiforme graça de Deus" (1 Pedro 4:10). "Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um, para o que for últil" (1 Coríntios 12: 7). A igreja é mais viva quando cada crente serve na missão de Deus, onde atribuído pelo Espírito.

Os fiéis devem disponibilizar os seus pastores para escapar da loucura, fazendo o que eles já deveriam está fazendo: cuidar um do outro. Philip Yancey abordou o problema quando disse: "Eu me questiono o quão mais eficaz seriam nossas igrejas se nós fizéssemos da saúde espiritual do pastor - e não da eficiência do pastor - a nossa prioridade número um."

Em última análise, a saúde espiritual do pastor não repousa apenas sobre os ombros da congregação, e sim, principalmente, sobre os ombros do próprio pastor. Eles devem se permitir liberar encargos indevidos e aprender a dizerem "não" quando necessário. Eles devem visitar seu médico para um check-up para obter uma opinião profissional sobre como estão fisica e emocionalmente. E acima de tudo os líderes da igreja devem continuar esta conversa com os colegas e liderança da igreja.

Estas são questões sérias em nossas comunidades de fé, se é que realmente acreditamos que Deus deseja trabalhar por meio de Sua igreja. Corremos o risco de implementar práticas pobres. A própria missão de Deus está em jogo.

---
Além de co-dependência pastoral, como é que uma mentalidade consumista pode afetar igrejas? Na sua opinião, o que pode ser feito para travar esta tendência?
---

Origem:
http://qideas.org/articles/how-christian-consumers-ruin-pastors-and-cheat-the-mission-of-god/?im=%252Fassets%252Fdist%252Fimg%252Fdefault-bg.jpg

Nenhum comentário: