segunda-feira, 25 de agosto de 2014

COM QUEM VOCÊ SE ENCONTROU HOJE?

por Gessé A. Rios

Pode parecer bastante simplória a afirmação bíblica de que "Felipe encontrou Nataneal" (Jo. 1:45), mas na verdade ela expressa uma grande realidade a qual deve ser parte do contidiano das pessoas que professam a fé em Cristo Jesus.

No processo de escolher os doze apóstolos (enviados) Jesus chama Felipe. Ao que tudo indica, esse fato foi algo tão marcante na vida do jovem de Betsaida, que ele não se conteve e saiu a anunciar o grande achado. O texto nos diz logo em seguida que "Felipe encontrou Natanael". Esse "encontro" foi determinante na vida do incrédulo Natanael que, a princípio, não recebeu a notícia sobre o Messias com o mesmo entusiasmo de Felipe. 

Observamos pelo desenvolver da história que o encontro entre Felipe e Natanael é um encontro transformador. Creio que como filhos de Deus, nascidos de novo em Cristo, nosso encontro com as pessoas ao nosso redor precisam ser mais do que meras coincidências corriqueiras ou ocasionais. Precisam ser encontros que expressam a misericórdia e o amor de Deus em Cristo Jesus. Precisam ser encontros que promovem transformação. Encontros que levam a uma "conversa" exclarecedora com o Salvador.

Em Maio de 2005 encontrei o jovem Pedro Vicente, refugiado e cego. Aquele encontro foi transformador não apenas para a vida de Pedro, mas para a de muita gente, inclisive a minha própria vida. Depois de lhe apresentar Jesus e expor sobre a salvação que o Pai nos proporciona nEle, através da operação do Espírito Santo, Pedro se rendeu a Cristo. Naquele mesmo dia ele entregou sua vida ao Senhor e foi perdoado dos seus pecados. Assim mesmo! Foi algo instantâneo. Ele compreendeu, por meio da ação sobrenatural do Espírto de Deus, as verdades das Escrituras acerca da salvação pela graça e essa descoberta lhe foi tão contagiante que Pedro compartilhava com todos aqueles com os quais se deparava desde então.

Conheço várias pessoas que hoje estão seguindo o Caminho - Jesus - em virtude de um encontro com Pedro. Lembro-me que alguns meses depois de sua conversão ele trouxe alguém para me apresentar, a quem conheceu na rua e lhe falou do amor de Jesus. Resultado, algumas semanas depois estávamos, Pedro e eu, orando com Granville no momento em que ele se entregava a Cristo e O convidava para ser o seu Senhor e Salvador. Faz algum tempo que não me encontro com Pedro, mas sei que ele continua seguindo o Mestre e encontrado pessoas como resultado disso.


Granville e eu nos vemos regularmente, frequantamos a mesma igreja. E posso testemunhar de o quanto aquele encontro transformou sua vida. Esta semana estivemos juntos, oramos, estudamos a Palavra de Deus e, em meio às nossas conversas Granville expressou sua gratião a Deus por ter usado a vida e testemunho do Pedro para tirá-lo do "fundo do poço". 

Assim é, e assim deve ser. Mais do que um evento, evangelismo é uma questão de relacionamento, de "encontro". Isso pressupõe disposição para confiar na pessoa ao invés de termos como ponto de partida o desconfiar. Um encontro se dissipa quando há desconfiança, quando não se abra os braços e recebe o outro sem rotulá-lo. Neste sentido, um programa (evangelístico) pode ser um meio para se promover um encontro, mas não necessáriamente. Um encontro, porém, é sempre uma oportunidade para se promover o anúncio das Boas Novas de que Deus, em Cristo, salva um pecador como eu. 

Portanto, precisamos de mais encontros e menos programas. Que o nosso encontro diário com Jesus nos leve a "encontrar" pessoas sedentas da esperança que temos em Jesus, nosso Salvador.

5 comentários:

Jairo de Oliveira disse...

Querido Gessé, que alegria poder acompanhar a sua caminhada! Que o Senhor continue promovendo muitos outros encontros em seu ministério e usando a sua vida para a glória do Seu nome! Ter encontrado você e sua família aqui no continente africano foi mais uma demonstração do cuidado de Deus em minha vida. Vocês são D+! Abraços, Jairo de Oliveira

Jairo de Oliveira disse...

Querido Gessé, que alegria poder acompanhar a sua caminhada! Que o Senhor continue promovendo muitos outros encontros em seu ministério e usando a sua vida para a glória do Seu nome! Ter encontrado você e sua família aqui no continente africano foi mais uma demonstração do cuidado de Deus em minha vida. Vocês são D+! Abraços, Jairo de Oliveira

Casal 20 disse...

Este fala com autoridade! Da época da minha conversão, foi o queridíssimo Gessé o meu discipulador! Agradeço a Deus pela sua vida, meu amado e pelo que aprendi na caminhada contigo. Abraços afetuosos! Fábio.

Rev. Gessé Rios disse...

Jairo, vcs sao especiais! Esperamos nos encontrar outras vezes.
Obrigado pelo carinho de sempre.

Rev. Gessé Rios disse...

Fabio, quanta honra! Foi simplesmente maravilhoso te enconntrar, e ainda sermos colegas de curso. O Senhor continue te usando da forma como tem feito. Sou seu fa... admiro muito o que escreve.
Abracao pra vc e sua linda familia.