domingo, 11 de novembro de 2012

Vivendo sem limites

Estabelecer limites em nossa vida é algo importante e necessário. Nossos filhos, por exemplo, precisam de limites claros e bem estabelecidos para que crescam física emocionalmente saudáveis. No entanto, podemos correr o risco de limitar demasiadamente nossas próprias capacidades impedindo, desse modo, de superarmos os desafios que a vida nos apresenta. 
Esses desafios se tornam mais acentuados quando sofremos de algum impedimento físico ou emocional. Talvez você vem acompanhando nosso trabalho ao longo dos anos, portanto, é familiar à histório do jovem cego angolano Pedro Vicente que foi alcançado por Cristo por meio do nosso ministério na Cidade do Cabo. Hoje Pedro é casado e pai de um lindo menino.

Sua cegueira parcial a partir dos 5 anos de idade e total desde os 19 anos nunca lhe serviu de obstáculo para enfrentar desafios e de se lançar em novas experiências. Fez vários cursos, entre eles o de reflexologia, profissão com a qual ajuda a sustentar sua família. Fala fluentemente ingês e português, além de comunicação básica em xhosa e francês.

Pedro sempre teve muito interesse por esportes e até pratica alguns. Depois de alguns anos treinando equitação foi selecionado pelo comitê Paraolímpico de Angola para representar seu país nos jogos do Rio de Janeiro em 2016. Como é de sua natureza, não se deixou vencer pelas suas limitações. Pelo contrário, mesmo sabendo que isso implica em muitas mudanças em sua vida e de sua família, abraçou o desafio e agora conta com o nosso apoio para que possa exaltar o nome de Jesus também por meio do esporte.

Sendo assim, convido você para participar comigo nesta etapa da vida do nosso irmão Pedro Vicente orando pelos seguintes motivos:

1. Por sua vida e de sua família que em breve deverá mudar para o Brasil a fim de viver e treinar em nosso país até o período da competição;
2. Para que Pedro continue sendo "sal da terra e luz do mundo" por onde quer que andar, independente dos limites, conquistas ou derrotas;
3. Por um treinador brasileiro com currículo de nível Olímpico que possa acompanhar seu progresso até o perído das competições. De acordo com as informações que tenho, esse treinador será contratado pelo Comitê Paraolímpico de Angola. 

Se você puder nos ajudar nesse assunto ficaremos imensamente gratos. Basta entrar em contato conosco e lhe daremos mais detalhes.